Novo Prefeito de Bom Jardim encontra prefeitura em situação “caótica”.





img_6882
Prefeito em exercício “Sinego” não encontrou nem energia no prédio da Prefeitura.

Poucos dias após tomar posse devido o afastamento da prefeita de Bom Jardim Malrinete Gralhada, o atual Prefeito de Bom Jardim, Manoel da Conceição Ferreira Filho “Sinego” recebeu a prefeitura em um grande caos. Salários atrasados, vários contratos a serem pagos, sem energia na prefeitura, hospital municipal em colapso  e isso é apenas a ponta do iceberg, segundo o gestor.

img_6890
Sinego conversou com funcionários do prédio da Prefeitura sobre a situação na manhã de hoje.

A situação encontrada no prédio publico é calamitosa segundo gestor “Não tem nenhum papel, nenhum arquivo, estamos literalmente sem nenhuma informação, prédios sucateados, sumiu equipamentos e etc… Iremos preparar um relatório e encaminhar junto ao Ministério Publico para que também tenha conhecimento dessa situação” Argumentou.

Nossa equipe também constatou a situação, onde documentos licitatórios assim como documentos da contabilidade “evaporaram” “sumiram” das dependências da prefeitura municipal.

“Vamos primeiro tentar restabelecer a energia elétrica na prefeitura e nos órgãos públicos junto a CEMAR, estamos aguardando também a tramitação legal do Banco do Brasil, onde solicitamos desde a ultima sexta-feira a liberação das contas, isso em média demora 5 dias” Acrescentou.

Quando nossa equipe estava no local vários credores procuraram o novo prefeito para saber a situação de pagamentos, o dono do imóvel da secretaria de Obras por exemplo, já estava com 3 meses de atraso e buscava informações.

Segundo o novo preimg_6888feito, a prioridade com urgência no momento é a saúde (Acordo com Médicos atuais e funcionários), educação (Nenhum diretor escolar será demitido para não haver prejuízo no trabalho) e regularização dos pagamentos dos funcionários efetivos do municipio, após isso é que será vista a situação dos contratados do municipio. “Estamos assumindo por decisão judicial e toda nossa movimentação é baseada nisso, inclusive com a situação dos contratados que deve seguir o mesmo rito implantado antes pela justiça” Disse Sinego.

Até o fechamento desta matéria, não consta nenhuma movimentação no processo que conste que a prefeita afastada Malrinete tenha recorrido ao TJ.

O portal obomja.com está atento ás movimentações.

 

Fechar Menu